Apesar das temperaturas amenas que tanto atraem os turistas à nossa costa de vez em quando chove e bem. Foi o que aconteceu no fim de semana de 10 de Novembro. Os Tigres esperaram até ao último momento para ver se seria possível rumar a Óbidos para realizar o décimo torneio da Ordem de Mérito, mas a previsão de diluvio e os alertas da proteção civil levaram a que o evento fosse adiado uma semana.

A verdade é que com algumas entradas e outras saídas o field acabou por não sofrer muitas baixas devido à alteração e não foram poucos os Tigres que se fizeram à estrada apesar da tormenta que nessa madrugada se fazia sentir em Lisboa. A sorte protege os audazes e no micro-clima do Royal Óbidos a chuva tardou em chegar. Foi só no back nine que ela se fez sentir e por um período relativamente curto de tempo.

Depois de uma semana de muita água esperava-se que o campo estivesse pesado e os greens lentos. Mas não foi isso que os Tigres encontraram no Royal Óbidos. Os fairways estavam impecáveis e os greens rápidos. O campo parecia imune à água que sobre ele caia permitindo aos jogadores aproveitar este que é um dos grandes championship courses do país.

Quando o tempo aperta os resultados tendem a baixar. Era essa a expectativa, mas não foi isso que se passou. O vencedor foi Martim Costa Duarte que deixou um rasto de foto na relva molhada, registando uns incríveis 40pts. A apenas um ponto do líder ficou Rodrigo Trocado que está em grande forma na reta final da época. Em terceiro lugar, com 38 pontos, ficou João Pedro Andrade que dá novo salto na classificação da Ordem de Mérito colando-se ao líder.

Estamos assim a um torneio do fecho da época e está tudo em aberto. Como já vem sendo hábito na Ordem de Mérito dos Tigres, tudo será decido na Quinta da Marinha onde, este ano, não há Masters mas os pontos contam a dobrar.

Em termos globais, Duarte Sousa Coutinho mantém a liderança na Ordem de Mérito sendo que a distancia que o separava dos demais foi, entretanto, superada. As favas contadas já lá vão e vai ser preciso jogar ao mais alto nível em Dezembro. João Pedro Andrade galgou dois lugares e está agora em segundo. António Machado de Almeida, a promessa do principio do ano, não esteve presente em Óbidos e caiu para quarto. José Maria Magriço, o campeão em titulo, não teve um dia brilhante mas mantém-se firme em terceiro lugar com possibilidade de vir a bizar. Rodrigo Trocado salta para o top 5 e coloca-se em posição para atacar os lideres num campo que historicamente lhe é favorável.

Please Login to Comment.